Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pouparcozinharedivagar



Quarta-feira, 15.01.14

Despesas com Supermercado 2012 vs 2013

No início de 2013, defini o objectivo de não ultrapassar 1200€ em supermercado, o que daria o gasto médio mensal de 100€  (ressalvo que estou a falar de um agregado de apenas 2 pessoas, em que 1 almoça sempre fora e onde não se inclui a compra de azeite, mel e ovos, bem como alguma fruta (cerejas, figos) e legumes (batatas, cebolas) que são produtos que obtenho de familiares, o que é uma grande ajuda). Anteriormente o gasto médio mensal rondava os 140€.

Este objectivo foi atingido, tendo-me permitido uma poupança de quase 500€ em relação aos gastos de supermercado do ano anterior.

A estratégia foi começar já com algum stock, investir mais no início do ano com o HD e nas alturas de acumulações de 75% (juntando cupões+promoções+vales). Alguns produtos ficaram a custo zero ou quase. A carne e o peixe foram quase sempre comprados com preços promocionais, às vezes de 75% e muitas vezes de 50%. Os menus semanais foram sendo elaborados com base nos produtos na despensa e frescos semanais e nunca a qualidade ou diversidade diminuiu em comparação com o passado. Todos os dias levo marmita para o trabalho e para os nossos lanches diariamente levamos 3 iogurtes e um tupperware de fruta. Os iogurtes são sempre adquiridos em função das promoções e sempre que possível com a acumulação de vales ou cupões.

 

Paralelamente a este objectivo e inspirada nos posts da Cristina (do blog descontosoblog@gmail.com) comecei também em 2013 a arriscar nos pedidos de reembolso, que era algo que me fazia um pouco de confusão pela incerteza de poder ou não ser reembolsada. A estratégia que adoptei foi comprar os produtos quando estavam em promoções ou quando eu tinha vales ou cupões do continente para juntar e assim se não viesse a ser reembolsada também não perdia tudo. Obtive 88,89€ em reembolsos (reembolsos parciais: p&g e iva nívea; reembolsos totais: scotch-brite, swiffer, skip, fairy, wc pato, buittoni, colgate slim soft, canetas uniball e trina). Fui reembolsada em tudo o que pedi, excepto no queijo saloio.

 

Os custos extra associados foram a compra de um tinteiro para imprimir vales e alguns selos, mas este custo acaba por ser imaterial.

 

Começo este novo início de ano muito feliz, tendo stock para todo o ano de: detergentes casa, roupa e loiça, lâmpadas, pilhas, gel banho+sabonete líquido, champô+amaciador+creme, deos, dentífricos, ph, rolos de cozinha, massas, açucar, chás e conservas e stock para meio ano de: escovas de dentes, farinha, arroz, óleo, café, sumos, cerveja e alguns vinhos.

Como me parece que os vales estão a ficar escassos e os meus cupões de início de ano também não são grande coisa, o objectivo para este ano é manter o mesmo nível de gastos de 2013, comprando essencialmente frescos: carne, peixe, fruta, legumes, lacticínios e charcutaria. Os produtos relativamente aos quais já tenho um bom stock só compro se ficar mesmo grátis ou quase grátis.

Siga-nos no Facebook em: https://www.facebook.com/pouparcozinhardivagar

Autoria e outros dados (tags, etc)

por pouparcozinharedivagar


1 comentário

De Catarina a 20.02.2014 às 18:33

Muito obrigada por partilhar as suas técnicas de poupança! São de uma enorme ajuda :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Revista de blogues

Revista de blogues

Blogs Portugal



PARCERIAS


Orivárzea


parmalat


Guloso


Gradirripas


Rialto


Dulcis


Imporcha-Oriental Sensations